Discurso sobre Julgamentos

Muitas das lições de Jesus foram dadas durante o Sermão da Montanha. Através de discursos, Cristo profere ensinamentos de conduta e moral, que devem guiar nossa vida cristã, para nos conduzir ao Reino de Deus, colocando Sua vontade em prática.

Uma parte importante de seu discurso é a passagem sobre “O cisco e a trave”, que é considerado um discurso sobre julgamentos.

Com essa pequena lição, Ele nos ensina a não julgar os outros e a reconhecer os nossos próprios erros. Muitas vezes, julgamos pelas aparências, com falsas moralidades e esquecemos de olhar para nós mesmos.

Jesus nos alerta que nunca devemos julgar os outros, para não sermos também julgados, pois somente Deus tem capacidade e autoridade para julgar os homens.

Então vamos à leitura?

Mateus 7:1-5

“Não julgueis, para que não sejais julgados; porque com o juízo com que julgais, sereis julgados; e a medida de que usais, dessa usarão convosco.

Por que vês o argueiro no olho de teu irmão, porém não reparas na trave que tens no teu?

Ou como poderás dizer a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, quando tens a trave no teu?

Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então verás claramente para tirar o argueiro do olho do teu irmão.”